"A reflexão não tem lado predefinido e não se apoia em binarismos." Convidamos você eleitora e eleitor a uma reflexão sobre a importância das eleições legislativas. Conheça e participe da Campanha: "A Lição de Casa da Cidadania".
Procurar no site:
   Cidadania e Reflexão / A Lição de Casa da Cidadania (campanha)
A Lição de Casa da Cidadania (campanha)
Memorial do Cidadão
Cidadania
Educação
Política
Utilidade Pública
Entidades e Serviços
em destaque
Brasil utrapassa o absurdo: somos escravos para pagar juros
Dados de 2014. Hoje, o percentual para a rolagem da dívida já é maior.

Queremos apresentar uma proposta absurda: A discussão sobre uma PEC da Salvação

Talvez o leitor não saiba, mas o Brasil paga atualmente, por ano, 47% por cento do orçamento da união para manter a rolagem da dívida interna. Traduzindo: praticamente metade do orçamento sai do cofre da união diretamente para bancos. A metade sobrante vai para todas as atividades do governo, como saúde, educação, previdência, infra-estrutura e segurança.
Por que chegamos a esta calamidade? - Por causa dos juros abusivos sobre uma dívida nebulosa que nunca foi questionada.

Não sabia disso? - Então está na hora de tomar consciência, pois cidadã e cidadão, você paga e pagará mais ainda por esta distorção.

A proposta absurda a qual o título deste artigo se refere é uma proposta também para reflexão: consistiria em reduzir os juros para rolagem da impagável dívida interna brasileira para o limite absurdo de 25% do orçamento da união, mediante uma PEC – Proposta de Emenda Constitucional.

Hoje, a calamidade de 47% do orçamento da união vai para a “rolagem da dívida”.

Com a implantação de um limite, ainda dentro de uma situação absurda de 25% do orçamento, o remanejamento dos recursos que sobrariam poderiam duplicar o investimento federal em educação, propiciando escolas e universidades gratuitas e de qualidade para alavancar o desenvolvimento humano e econômico do país. Ainda seria possível aumentar o investimento em saúde e também manter a previdência social, que consome 22% do orçamento.

Por que esta proposta é absurda? Por que hoje ultrapassamos o absurdo e estamos na calamidade.
Precisamos voltar ao absurdo, que frente a atual realidade se tornou bom! Por quê hoje estamos pagando 47% do orçamento da união para apenas rolar a dívida interna.
Um país que pagasse 25% de seu orçamento para rolagem de uma dívida interna estaria em um absurdo. Ultrapassamos este ponto há muito, na medida que estamos desmontando o que foi construído no país para pagar juros abusivos. Naturalizamos há tempos o absurdo e chegamos à calamidade.

O leitor não entendeu errado: o pagamento da dívida infinita, referente a qual o debate é silenciado para que não se reflita sobre o problema, consome (2) previdências, a qual alegam ser insustentável. Veja só o ponto onde chegamos: o absurdo se tornou bom frente ao que estamos vivendo!

Ao mesmo tempo em que isso acontece, são cortadas as verbas de áreas essenciais ao país, como universidades, fundo da educação básica - FUNDEB, hospitais universitários, programas de proteção social e agora é anunciado o corte no SUS. Isto mesmo! Significa que pessoas devem morrer pela piora de atendimento.

O setor financeiro permanece intacto e inquestionado!

Será que a população que trabalha teria pelo menos o direito a viver no absurdo? Ou nem isso? É necessária uma discussão profunda e aberta a todos sobre o tema.

A imprensa chapa branca nada fala sobre o fato de quererem cortar a previdência e a educação para que sobrem recursos para sustentar o pagamento dos juros a rentistas.

Cadê a auditoria da dívida, senhores congressistas?

Vamos então nós, cidadãs e cidadãos, colocar esse assunto nas pautas de nossas discussões nas redes sociais e em manifestações?

Ainda não tinha consciência sobre este grave problema nacional não tratado pela mídia?

Vamos esclarecer a população? Este é um trabalho coletivo para todos que não estejam alienados.

Os dados estão todos no site da transparência e nas referências abaixo. Estudemos. Compartilhemos a informação!

"Quando a fome bater à vossa porta, sentireis em vosso peito a energia para a luta por vós e vossos filhos." ( Carta testamento de Getúlio Vargas ).

Cidadania e Reflexão – Um espaço para a reflexão da cidadania

Referências

Portal da transparência: http://www.portaltransparencia.gov.br/despesas

Os juros abusivos da dívida interna: http://www.vermelho.org.br/noticia/313326-1

A carta de Getúlio Vargas: http://www.apocalipsenews.com/brasil/as-duas-cartas-de-getulio-vargas/

Vídeo do Prof. Ghiraldelli (USP) Explica dívida: https://www.youtube.com/watch?v=XEPB9R7B05I

O Artigo "Brasil utrapassa o absurdo: somos escravos para pagar juros" está listado em "A Lição de Casa da Cidadania (campanha)"
Leia também:
Sobre Religião
Religião com crítica
Desafios do Mundo Urbano
Política
É possível desfazer a desordem!
Entrevista com Edson Brito, um dos coordenadores paulistas do movimento para anulação do impeachment
Política
Denúncia - Carta Capital
A operação Lava-Jato perdeu os limites e saiu dos trilhos















Quem somos Cidadania e Reflexão ® - Copyright Contato